Prêmio Compolítica

Desde o congresso de 2013, a Compolítica realiza a premiação dos melhores trabalhos da área. Os prêmios de tese e dissertação são entregues no evento bianual da associação.

Confira a lista de agraciadas/os:

 

2019

Melhor tese:

Relações de agenda e enquadramento entre a imprensa e a propaganda negativa eleitoral nas eleições presidenciais de 2014

Lucy Oliveira, orientada por Fernando Azevedo – UFSCAR (Ciência Política)

 

Melhor dissertação:

Luta em 140 caracteres: o Twitter como arena de reconhecimento e visibilidade para os atletas paralímpicos

Helen Anacleto, orientada por Kelly Prudêncio – UFPR (Comunicação)

 

 

2017

Melhor tese:

Mídia regional brasileira: Características dos subsistemas midiáticos das regiões Norte e Sul

Pâmela Araújo Pinto, orientada por Afonso Albuquerque – UFF (Comunicação)

 

Melhor dissertação:

A disputa presidencial de 2014 em portais de revistas brasileiras: análise comparativa entre editoria e blog na cobertura eleitoral de Veja e CartaCapital na Internet

Fernanda Cavassana, orientada por Emerson Cervi – UFPR (Comunicação)

 

Menções Honrosas:

Tese: Representação política e lutas sociais. Quem fala em nome de quem no debate sobre a educação de surdos

Regiane Garcês, orientada por Rousiley Maia – UFMG (Comunicação)

 

Dissertação: “Pródigo em decisões contra o interesse público”: imagem pública, agendamento e enquadramento do Congresso Nacional nos editoriais dos jornais O Estado de S. Paulo e Folha de S. Paulo

Camila Mont’Alverne Barreto de Paula Pessoa, orientada por Francisco Paulo Jamil Almeida Marques – UFC

 

 

2015

Melhor tese:

Enquadrando a Esfera Pública: a controvérsia das cotas raciais na imprensa

Luiz Augusto Campos, orientador por João Feres Jr. (IESP/UERJ – Sociologia)

 

Melhor dissertação:

Campanhas e decisão de votos em eleições municipais: análise da disputa pela Prefeitura de Belo Horizonte em 2012

Nayla Lopes, orientada por Helcimara Telles – UFMG (Ciência Política)

 

Menções Honrosas:

Tese: Configuração política e relações de poder no trabalho infantil doméstico

Danila Cal, orientada por Rousiley Maia – UFMG (Comunicação)

 

Dissertação: Entre agendamento eleitoral e imagem pública: a condição feminina nas eleições presidenciais de 2010

Fernanda Mota, orientada por Flávia Biroli – UnB (Ciência Política)

 

 

2013

Melhor tese:

Participação política, internet e competências infocomunicacionais: estudo com organizações da sociedade civil de Salvador

Jussara Borges, orientada por Othon Jambeiro – UFBA

 

Melhor dissertação:

O presente da memória: usos do passado (re)construção da identidade do jornal Folha de São Paulo entre o ‘Golpe de 1964’ e a ‘ditabranda’

André Bonsanto Dias, orientado por Sérgio Luiz Gadini – UFPR

 

Menções Honrosas:

Dissertação: “Entre tempos e tensões: o debate mediado sobre a Lei Maria da Penha (2001-2012)”

Rayza Sarmento, orientada por Ricardo Fabrino Mendonça – UFMG (Ciência Política)

 

Dissertação: “Direitos Humanos e suas justificativas na mídia: o caso do PNDH-3”

Vanessa Veiga de Oliveira, orientada por Rousiley Maia – UFMG