Reclivagem

CHAMADA DE PROPOSTAS PARA GRUPOS DE TRABALHO

Errata:
– Atualizamos a quantidade de caracteres do formulário da reclivagem.
– Pedimos desculpas pela menção à quantidade de “palavras” no edital. Trabalhamos apenas com a de caracteres.

A Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política (COMPOLÍTICA) divulga, por meio deste edital, um processo seletivo destinado à reorganização dos Grupos de Trabalho (GTs) do Congresso da COMPOLÍTICA. A Associação cresceu e a área também. Desse modo, é possível que os atuais GTs não contemplem mais de forma adequada os trabalhos que temos recebido. 

No processo de reclivagem, serão aceitas propostas que estejam na interface entre comunicação e política, que tenham consistência e atualidade, e, por fim, que consigam demonstrar que há demanda na área para sua formação. A comissão responsável pela seleção dos GTs observará critérios de diversidade temática para compor um todo plural. Ela também valorizará a diversidade regional, étnico-racial e de gênero das coordenações propostas para os GTs. Para mais informações sobre o funcionamento específico dos GTs da COMPOLÍTICA, acesse o Regulamento dos Grupos de Trabalho.

As propostas devem ser enviadas entre os dias 1º de setembro e 30 de setembro de 2020 (23h59) pelo formulário no site da COMPOLÍTICA (http://reclivagem.compolitica.org/), devendo conter as seguintes informações: 1) nome e ementa do GT contendo até 1000 caracteres; 2) carta de apresentação em que o/a proponente justifique importância e pertinência do GT para a área de Comunicação e Política, assim como o histórico de realizações, caso a proposta seja referente a um GT existente; 3) link para o currículo Lattes dos/as proponentes; 4) histórico de participação nos encontros da COMPOLÍTICA, indicando título do último trabalho apresentado no evento; 5) referência completa de uma publicação do/das proponentes na área do GT proposto; 6) a lista de associados que subscrevem o GT (nome completo, email, instituição e cargo). Propostas enviadas fora do prazo ou das normas, ou para e-mails pessoais dos envolvidos no processo seletivo e na diretoria da COMPOLÍTICA, não serão analisadas. A fim de minimizar propostas que se sobreponham, é necessário que cada uma tenha apoio exclusivo de, no mínimo, 5 associados (pelo menos três na modalidade sênior – doutores) em dia com a anuidade da associação, conforme item 6 acima. 

Os pesquisadores que desejarem enviar propostas devem seguir os seguintes pré-requisitos:

1)          Ser Doutor/a (Associado Sênior da COMPOLÍTICA) e não compor a Comissão de Reclivagem dos GTs ou a Diretoria da Associação;

2)          Atuar na área do GT que propõe (tendo, pelo menos, uma publicação no âmbito do grupo proposto);

3)          Ter participado de, pelo menos, um Congresso de pesquisadores da COMPOLÍTICA na modalidade “apresentador/a”.

4) Estar em dia com a anuidade 2020 da Associação.

As propostas devem conter um/a vice coordenador/a, que deve possuir os mesmos pré-requisitos exigidos do/a coordenador/a proponente. Esses proponentes, todavia, não deverão contar com qualquer financiamento da Associação, que privilegia ajuda de custo, dentro do possível, para coordenadores. Desse modo, os vice-coordenadores devem arcar com os custos de seu deslocamento ao evento de 2021, assim como eventuais gastos de hospedagem.

Os critérios de seleção das propostas seguem as seguintes diretrizes:

  1. Inovação, Atualidade e Diversidade: o GT deve apresentar capacidade de agregar discussões atuais, que contemplem a diversidade de abordagens e permita, desse modo, a interlocução entre diferentes grupos de pesquisa;
  2. Relevância: a proposta deve apresentar temática pertinente e importante para os estudos na interface entre Comunicação e Política, em seus aspectos teóricos, metodológicos e empíricos;
  3. Interesse científico e Abrangência: o grupo deverá ter potencial para despertar interesse de pesquisadores da área e em diferentes níveis, levando em conta o conjunto de pesquisas sobre a temática atualmente desenvolvidas em âmbito nacional e o potencial de colaboração entre elas.

As funções a serem exercidas posteriormente pelos/as coordenadores/as e vice-coordenadores/as com propostas selecionadas, conforme o Art.2 do Regulamento dos Grupos de Trabalho da COMPOLÍTICA, consistem em:

  1. a)  organizar o GT, acadêmica e administrativamente;
  2. b)  elaborar, caso considere pertinente, um plano de trabalho do GT;
  3. c)  divulgar as atividades do GT;
  4. d)  elaborar relatórios de atividades e documento de proposição, base do credenciamento ou recredenciamento do Grupo junto à Compolítica;
  5. e) conduzir o processo de escolha de nova coordenação pelos membros do Grupo, preferencialmente em reunião realizada durante o próximo Congresso.

Adicionalmente, lembramos que é vedada ao/à coordenador/a, conforme decidido em assembleia da associação, a submissão de trabalho, atividade facultada ao/à vice-coordenador/a. O/A coordenador/a poderá, no entanto, ser coautor/a de trabalhos enviados a outro GT.

Ao final do processo de avaliação, serão selecionadas entre 10 e 12 propostas, e a divulgação do resultado será realizada até o dia 30/10/2020, no site da COMPOLÍTICA. 

 

Atenciosamente,

A Comissão

Érica Anita Baptista

Isabele Mitozo

Liziane Guazina 

 Maria Helena Weber 

 Ricardo Fabrino Mendonça