Corrupção e desigualdade como sintomas do submundo do desenvolvimento

  • Ana Clara Gomes Costa

Resumo

Com base em um argumento muito comum que vincula corrupção e desigualdades sociais ao subdesenvolvimento, esse artigo se propõe a fazer um caminho inverso, reconhecendo, na ideia do desenvolvimento, a legitimação da violência estrutural e a naturalização de hierarquias sociais. Evidenciamos, portanto, o submundo implícito na noção do progresso e do crescimento econômico, que constitui a própria face de aprofundamento da pobreza e das crises sociais. A lógica neoliberal cria o seu arcabouço quando esbarra nas problemáticas conflitivas relacionadas ao aumento da exploração e da produtividade, em choque com o aumento das desigualdades sociais e o esgotamento do meio ambiente.

Publicado
2018-12-11
Como Citar
Costa, A. C. (2018). Corrupção e desigualdade como sintomas do submundo do desenvolvimento. Compolítica, 8(2), 127-144. https://doi.org/https://doi.org/10.21878/compolitica.2018.8.2.146