A deliberação justa no mundo do possível: articulações entre Habermas, Rawls e Amartya Sen

  • Patricia Guimarães Gil Universidade de São Paulo
  • Heloiza Matos e Nobre Universidade de São Paulo

Resumo

O processo de consolidação democrática no Brasil e a persistência das desigualdades sociais no País desafiam a produção de estudos e práticas em comunicação pública com uma perspectiva pró-desenvolvimento. O artigo propõe uma moldura teórica que articule elementos centrais das obras de Jürgen Habermas, John Rawls e Amartya Sen, e que venha a inspirar uma construção metodológica para as pesquisas no campo, aliando processos políticos deliberativos e participativos, reparação de injustiças e ampliação das capacidades dos cidadãos.

Biografia do Autor

Patricia Guimarães Gil, Universidade de São Paulo

Doutoranda e mestre em Ciências da Comunicação pela ECA-USP.

Heloiza Matos e Nobre, Universidade de São Paulo
Docente do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da ECA-USP.
Publicado
2013-12-22
Como Citar
Gil, P., & Matos e Nobre, H. (2013). A deliberação justa no mundo do possível: articulações entre Habermas, Rawls e Amartya Sen. Compolítica, 3(2), 257-278. https://doi.org/https://doi.org/10.21878/compolitica.2013.3.2.52
Seção
Artigos