Mídia e neopopulismo: uma relação de uma mútua dependência

  • Fábio Vasconcellos Uerj

Resumo

A interação entre mídia, especialmente aquela voltada para a produção noticiosa, e o fenômeno do neopopulismo é analisada em perspectiva comparativa no livro The Media and Neo-Populism. Organizado em artigos produzidos por 15 pesquisadores sobre movimentos neopopulistas na Áustria, França, Itália, Índia, Austrália, Canadá, Estados Unidos e na região da América Latina, o trabalho oferece um panorama desse fenômeno buscando compreender em que medida ele é afetado pelo sistema de mídia na contemporaneidade. Ao refletir em torno da importância dos meios noticiosos no surgimento do neopopulismo, o estudo encara essa relação como sendo “em duas vias”, uma vez que as organizações midiáticas exploram os movimentos neopopulista, mas, por outro lado, também são alvo das estratégias de comunicação formuladas por eles.

Biografia do Autor

Fábio Vasconcellos, Uerj

Doutor (IESP-Uerj)

Publicado
2013-12-04
Como Citar
Vasconcellos, F. (2013). Mídia e neopopulismo: uma relação de uma mútua dependência. Compolítica, 3(2), 293-308. https://doi.org/https://doi.org/10.21878/compolitica.2013.3.2.54
Seção
Resenhas